Pote da calma

Lidar com crianças não é fácil e é algo que exige muita prática e paciência. As vezes fazem birra, choram e brigam e acalmá-las depois disso pode ser uma tarefa árdua. Inspirado no método Montessori (nome dado para a pedagogia Montessoriana, criada por Maria Montessori, médica, educadora e primeira mulher italiana diplomada em medicina) o “pote da calma” tem como função acalmar os pequenos em momentos de agitação.

Fazer um pote da calma é simples e pode ajudar a tranquilizar as crianças, chamando a atenção e auxiliando-as a respirar de forma mais profunda.

Você vai precisar de:
– 1 pote de vidro (se for de plástico transparente é ainda melhor) com tampa
– 1 ou 2 colheres (sopa) de cola glitter
– 3 ou 4 colheres (chá) de purpurina
– 1 gota de corante alimentar
– Água quente

Como fazer:
Despeje no vidro a água quente e a cola glitter. A quantidade de água a ser utilizada varia de acordo com a capacidade do pote. Leve em consideração que deve deixar um espaço vazio na parte superior do vidro, para a criança agitar o seu conteúdo. Mexa bastante para que o glitter da cola se desmanche na água. Adicione a purpurina e misture novamente. Adicione uma gota de corante alimentar na cor que desejar e feche bem a tampa do pote. Agora é só usar!

Fonte: Just Real Moms



Postado em 17/06/2016 às 08:49:54

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

É hora da leitura

Nada melhor do que uma boa leitura para ajudar no desenvolvimento do seu pequeno. A consultora literária, escritora e professora Dinorá Couto Cançado separou algumas dicas de livros que irão conquistar a criançada.

O primeiro livro é “A mágica da Vovó Dun-Dun”, de Vivina Rios Balbino. Com ilustrações de Renato Arantes Santana de Carvalho, trata-se de um livro bem colorido, indicado para crianças dos sete aos doze anos. A segunda dica, indicada para crianças de quatro anos, é o livro “O Tombo de Marcos”, da autora Adriana Gums. A terceira e última dica de leitura é o livro "E o Dente Ainda Doía", de Ana Terra. O livro é indicado para a pré-escola e para crianças dos quatro aos oito anos.

Fonte: Notícias ao Minuto



Postado em 25/05/2016 às 08:08:45

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Cidade de papel

Que Paris é uma cidade cheia de encantos isso ninguém duvida. Então que tal ter a Cidade Luz bem pertinho de você? São várias miniaturas dos lugares mais graciosos e cheios de beleza de Paris para você imprimir, recortar e montar junto com as crianças, para colocar na mesinha do quarto, deixando tudo ainda mais bonito. Você pode imprimir a sua minicidade aqui.

Fonte: Made By Joel



Postado em 20/05/2016 às 08:16:50

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Conheça melhor os coalas

É impossível resistir a fofura dos coalas, que parecem até ursos de pelúcia. Mas, apesar da aparência, os pequenos preguiçosos e comilões são parentes dos cangurus, gambás e outros animais da família dos marsupiais

Esses animais passam boa parte do dia dormindo (cerca de 20 horas!). Mas essa preguiça toda tem uma explicação: como se alimentam apenas de folhas de eucalipto, possuem uma dieta pouco nutritiva e precisam economizar energia.

As coalas fêmeas costumam ter um filhote por gestação e raramente dois. Quando completam nove meses, os bebês coalas deixam a bolsa da mãe, mas continuam agarrados às suas costas e, com um ano, tornam-se mais independentes.

Fonte: Ciência Hoje das Crianças



Postado em 13/05/2016 às 08:03:52

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Cabides de gatinho

As vezes inovar na decoração e nos acessórios do quarto dos pequenos pode ser bem difícil. Além de serem meio caros, os artigos infantis podem não agradar totalmente o gosto do seu filhote. Então por que não produzir em casa peças para deixar o quarto da criançada com um toque único e especial? A dica de hoje é um cabide em forma de gatinho, para crianças apaixonadas pelos peta.

Materiais

Papelão grosso
Tesoura
Modelo dos cabides impressos
Tintas acrílicas
Pincel
Giz de cera
Canetas permanentes (coloridas)
lixa

Imprima o modelo dos cabides e recorte. Em seguida, copie o modelo sobre o papelão e recorte-o. Provavelmente quando você terminar de cortar, encontrará um pouco de lascas ao redor do desenho, por isso use a lixa para deixar o papelão lisinho. Agora é hora de decorar! Uma maneira fácil de encontrar o local certo do rosto é colocar o modelo em cima do papelão, pressionando com um lápis a área dos olhos e do nariz. Isso vai gerar uma pequena marca no futuro rosto do cabide, que servirá para você se orientar para o resto do desenho. Agora é só desenhar o seu gatinho  do jeito que preferir, usando bastante criatividade, para deixar os novos cabides do seu filho cheios de encanto.
Fonte: Llevo El Invierno



Mais imagens


Postado em 06/05/2016 às 08:07:35

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Geleca Cósmica

Tem coisa mais gostosa do que se divertir brincando com geleca? Ela desperta as sensações nas crianças, ajudando na fase de exploração dos sentidos. Então que tal aprender a fazer uma geleca cósmica em apenas três passos? É o universo todinho nas palmas das mãos!

Materiais
1 tubo de cola escolar líquida (aproximadamente 147 ml)
1/2 ou 3/4 de xícara de amido líquido (receita no fim do post)
Tinta à base de água ou corantes alimentícios (preto, turquesa, violeta e branco ou prata)
Purpurina de várias cores

Importante: para cada cor de tinta, você fará uma porção de geleca.

Modo de fazer
1º Passo
Coloque a cola em uma tigela e acrescente o corante ou a tinta (lembre-se: uma cor para cada receita!) e a purpurina. Mexa bem.

2º Passo
Adicione o amido líquido, porém, faça isso devagar e vá misturando. Não coloque tudo de uma vez. Você vai observar uma mudança de consistência neste processo e, a partir daí, poderá misturar com as mãos, como se fosse uma massa de pão. Cuidado com a quantidade de amido, pois se adicionar muito, perderá a elasticidade. Vá fazendo testes enquanto adiciona, para não correr o risco de estragar.

3º passo
Esta é a parte mais divertida! Junte toda as cores das gelecas feitas e forme um espiral, lembrando assim, uma galáxia. Depois, é só chamar os pequenos para misturar tudo e se divertir muito. Eles vão amar!

Receita do amido líquido
Coloque 1 ½ xícara de água em uma panela para ferver. Enquanto espera que a água ferva, adicione de 2 a 3 colheres de sopa de amido de milho em 3 colheres de sopa de água fria. Misture bem até dissolver. Após a água ferver, adicione lentamente a mistura de amido de milho e água fria, e continue misturando por 1 minuto. O líquido estará incolor ou um pouco turvo. Retire a panela do fogo e deixe esfriando.

Fonte: Just Real Moms



Postado em 29/04/2016 às 08:22:11

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Como estimular a confiança das crianças?

Como trabalhar a autoconfiança nos filhos de modo que se tornem autoconfiantes na vida adulta? Inicialmente, é preciso saber que não é possível que um adulto dê ou desenvolva a autoconfiança para seu filho, porque ela precisa ser auto-desenvolvida. O caminho é individual e intransferível, mas nós podemos instrumentalizar e oferecer oportunidades para nossas crianças. A autoestima para uma criança tem um papel diferente do que para um adulto. Um lar saudável e pais carinhosos lhe trazem a sensação de serem amadas e acolhidas. Quanto mais exemplos positivos ao seu redor, mais saudável será sua autoestima e melhor será suas relações com os outros.

1) Seja você
Não é possível dar oportunidade às nossas crianças, criar um ambiente para que elas possam desenvolver autoconfiança, sem que você tenha desenvolvido a sua. Essa história de dizer que "vou dar para meu filho tudo aquilo que não tive na minha infância", neste caso não funciona. A gente não dá aquilo que não tem ou não teve. Além disso, as pessoas precisam viver o que têm para viver. Então não compense nada nos seus filhos e seja o melhor pai ou a melhor mãe que você puder ser.

2) Crie intimidade com sua criança
Como fazer isso? Não é dando banho, não é pondo para dormir. A intimidade vem do olho no olho. É importante olhar para seu filho e estar disponível. Quando a criança olha para os pais e a família faz atividades, - almoçar, passear, jogar - cria-se um fluxo de energia positiva e de amor. Quando ela contar novidades da escola, olhe em seus olhos, não escute simplesmente. Diga o quanto ela é importante para você, o quanto a ama. Lembre-se: a qualidade do seu tempo é mais importante que a quantidade

3) Dê oportunidade para fazer pequenas tarefas
Comece a envolver a criança nas atividades de casa. Mesmo que tenha muitos empregados, ela precisa arrumar a cama ou a gaveta, enxugar a louça, guardar a roupa no armário. Porque ela colabora e faz parte dessa família. É muito ruim quando a criança é mimada e não precisa. Ao invés de se sentir pertencendo, ela não pertence, porque não tem que fazer nada. Nós valemos pela nossa utilidade. Então, o "tão útil eu sou" ou "me sinto" ajuda a construir minha autoestima

4) Elogie sempre
Seja verdadeiro(a). Não faça como a "mãe coruja"; reconheça, olhe para a criança, veja os talentos e diga: "Eu gostei muito do que você falou, do seu jeito, de como você se comporta". Fale o que você viu verdadeiramente na criança, pois estará reconhecendo aquele talento. Elogio constrói autoestima. Porém, não deixe seu filho pensar que é o rei da cocada, pois somos todos iguais. Ele tem muito valor, mas não é pior nem melhor que ninguém. Hoje, vivemos uma crise moral no mundo porque mimamos nossos filhos. Esse valor precisa ser passado para as crianças para que elas construam uma autoconfiança legítima. Criança precisa de 50% de não, mas precisa também de 50% de amor.

5) Diga não
A criança precisa de limite, de referência. Os filhos  esperam que a gente mostre como é ser gente, por isso, seja autêntico para seu filho. E a cada "não" que você disser, precisa dizer três vezes "sim" para o que realmente ele pode fazer. Se você dá essa referência, ele vai crescer sabendo seguir regras.



Postado em 21/04/2016 às 08:12:16

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Pizza de pão de queijo, sem glúten

Quase todo mundo ama Pizza e Pão de queijo. Então, se você fizer uma pizza de pão de queijo, o sucesso vai ser garantido! E a melhor parte é que essa todo mundo vai poder comer, porque a massa não tem glúten.

Se você está doido para fazer uma pizza, mas tem preguiça, corre para a cozinha para preparar essa massa. É só misturar e assar! Você vai precisar de:
- 500g de polvilho doce
- 2 ovos
- 100g de manteiga
- Sal
- 300g de queijo muçarela
- 200 ml de leite

Misture todos os ingredientes e sove bem. Abra a massa bem fina, já na forma, com os dedos. Asse em forno a 200ºC por 20 minutos. Recheie a gosto e asse por 10 minutos ou até dourar. E sirva! A receita rende duas pizzas super gigantes.

Fonte: Mixidão



Postado em 15/04/2016 às 08:21:04

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Se sujar faz bem!

A hora da refeição com a criançada na sua casa é uma verdadeira bagunça? Pois saiba que isso é ótimo! Uma pesquisa feita na Universidade de Iowa, nos Estados Unidos, mostra que se sujar enquanto se alimenta pode estimular o desenvolvimento do seu filho. 

Os bebês que tocam a comida sentem as diferentes texturas e aprendem as palavras mais rapidamente. Isso vale também para os alimentos mais líquidos, como leite, sopa e papinha. O estudo foi feito com crianças de 16 meses, que foram colocadas diante de 14 alimentos como suco, sopa e pudim. Os cientistas inventaram um nome para eles e, depois de um tempo, perguntaram às crianças como chamava a comida. Aqueles que fizeram sujeira e colocaram as mãos nas comidas se lembravam das palavras com mais facilidade. De acordo com o estudo, isso aconteceu porque os bebês captaram as diferenças das texturas de cada alimento.

Fonte: RevistaCrescer



Postado em 08/04/2016 às 09:12:32

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

A hora certa de dar um celular ao filho

Depois de uma certa idade, é normal que as crianças queiram se inteirar do mundo tecnológico, principalmente se os amigos também já usam smartphones ou tablets. Mas será que é a hora certa para isso acontecer?

Assim como pode ajudar, um celular ou outro aparelho tecnológico também pode atrapalhar. É importante levar em conta a responsabilidade que o seu filho demonstra no dia a dia e, caso resolva que é a hora certa, lembre-se que deverá supervisioná-lo. "Quando uma criança pede um celular desses, não é para fazer ligações, mas para ter acesso à internet e a jogos", explica a psicóloga Andréa Jotta.

Mantenha um diálogo sempre aberto com seu filho e tome cuidado para que o aparelho não se torne uma distração perigosa. Oriente-o a buscar jogos que ajudem o seu desenvolvimento. "Em meio a milhares de jogos, há muitos que ajudam no aprendizado e abordam temas como lógica e ortografia de forma intuitiva e fácil de entender", diz Michel Lent, dono do Apps4kids, blog focado em aplicativos para crianças.

Fonte: Educar para Crescer

Postado em 01/04/2016 às 09:20:07

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar
 1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14  15  16  17  18 




Kiko e Kika       |       © Copyright 2013
« voltar ao site