Cookies de Chocolate

Hoje é dia de levar as crianças para a cozinha e preparar uma deliciosa e famosa receita: cookies de chocolate! Crocantes por fora, macios e derretidos por dentro, esses biscoitos norte-americanos, fazem a alegria de todo mundo. Vamos começar?

Você precisa de:
1 3/4 xícara de farinha de trigo
1 xícara de açúcar mascavo
1 xícara de açúcar de confeiteiro
2 ovos
100 g de manteiga
1 colher de chá de fermento químico
200 g de chocolate amargo derretido

Bata a manteiga e o açúcar mascavo até obter um creme claro. Continue batendo e acrescente os ovos aos poucos. Sem parar de bater, acrescente o chocolate. Junte a farinha e o fermento, e misture até incorporar. Faça bolinhas e passe no açúcar de confeiteiro. Coloque os biscoitos em uma assadeira com papel manteiga, deixando um espaço grande entre eles, e asse em forno aquecido a 200ºC, entre 10 a 15 minutos. Espere esfriar e sirva. Nhamy!

Fonte: Mixidão



Postado em 22/01/2016 às 08:17:44

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Como fazer uma pipa?

Voar é um sonho antigo do homem. Empinar pipa, ou papagaio, pandorga, quadrado, tapioca, cafifa, raia, maranhão (dependendo da região onde você mora) é a maneira mais fácil de fazer isso. Que tal confeccionar a sua?

Você vai precisar de:
- Papel de seda de várias cores (no mínimo duas folhas)
- 2 varetas de bambu com 50 cm de comprimento e 3mm de espessura
- Cola branca
- Tesoura
- Linha nº10

Primeiro divida e corte o papel ao meio. De uma das metades, faça um quadrado exato para o corpo da pipa. Com as sobras do papel, ou outro, faça tiras de 4 cm (largura) para as barbatanas, e cole-as. Cole uma das varetas na diagonal do quadrado. Deixe três dedos de sobra na ponta da vareta que fica no meio das barbatanas. Será o lado inferior da pipa. Enrole a linha em uma das duas pontas de uma segunda vareta, envergando a vareta para que se curve até ficar com o mesmo comprimento da diagonal da pipa. Prenda a linha na outa ponta e passe cola na vareta. Grude o arco que a linha e a vareta formaram na folha de seda.

Faça dois pequenos furos no papel no ponto onde as varetas se cruzam. Passe uma linha de modo que ela atravesse o papel pelo cruzamento das varetas. Depois, dê um nó na parte da frente, mas não corte a linha. Segurando a linha, estique-a para o lado até chegar a 4 dedos de distância do fim da vareta envergada. Agora, estique a linha para baixo até a ponta da outra vareta. Isto é só para fazer a medida, formando uma "barriga". Quando a linha chegar à parte de baixo da vareta, amarre-a com cuidado e corte. Essa linha presa é chamada de cabresto.

Amarre a linha para empinar. Para descobrir o lugar certo, segure a pipa pelo cabresto. Amarre um pouco acima do meio dele. Com outro papel, corte tiras de 2 cm (largura) para fazer as rabiolas, do tamanho que você quiser. Cole as tiras na parte de baixo e pronto! Para brincar é só segurar a linha e começar a correr. Enquanto avança, o vento ajudará a levantar a pipa. Mas lembre-se de brincar em dias de vento e longe da rede elétrica!

Aqui você ainda aprende a fazer uma pipa hexagonal gigante: http://ow.ly/X5XZy



Postado em 15/01/2016 às 08:12:06

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Cinema em casa

Além do entretenimento que propiciam, os filmes podem ser bons instrumentos educacionais, uma vez que apresentam mundos repletos de magia, emoções e valores como a importância da amizade, dos sonhos, da coragem, da luta pelos objetivos, da liberdade, do respeito e do amor. Abaixo selecionamos 5 títulos que todo mundo deveria ver. Divirtam-se!

Billy Elliot (2000)
Billy Elliot (Jamie Bell) é um garoto de 11 anos que vive em uma pequena cidade mineradora da Inglaterra. Contrariando as expectativas de seu pai (que queria que o filho lutasse boxe) Billy vai dar uma aula de simplicidade e a importância de correr atrás de seus sonhos ainda que diante de tantas dificuldades.ele resolve deixar a luta de lado e se dedicar totalmente ao balé e precisa enfrentar os preconceitos da sociedade local. Classificação: 12 anos.

Menino Maluquinho - O Filme (1994)
Menino Maluquinho - O Filme é a versão física de um dos personagens da nossa cultura infanto-juvenil. O desenho do protagonista foi criado pelo cartunista Ziraldo em 1980, mas só em 1994 ganhou o seu próprio longa-metragem. Nele, o travesso Maluquinho (Samuel Costa) sofre com o divórcio dos seus pais, mas é levado pelo avô (Luiz Carlos Arutin) para passar uns dias em sua fazenda. Dentre tantas brincadeiras, ele logo verá que a felicidade pode estar nas coisas mais simples da vida. Classificação: Livre.

Wall-E (2008)
Wall-E é um robozinho cuja função é compactar o lixo na Terra, enquanto os humanos vivem confortavelmente numa estação espacial. Na verdade, logo descobrimos que o planeta se tornou infértil pelo mau uso e que essas pessoas esperam poder voltar um dia. Romântico, fofo e forte na mesma medida, além de abordar a questão do lixo e da natureza, o filme alerta para o sedentarismo e a apatia da vida hiperconectada. Classificação: Livre.

O Sonho de Wadjda (2013)
Se você quer ensinar seus filhos a respeitarem diferentes culturas e acreditarem de verdade na igualdade entre os gêneros, “O Sonho de Wadjda” é essencial. Dirigido por uma mulher saudita (a primeira), o filme acompanha a luta de uma menina árabe para realizar um sonho que, para muitos meninos, é algo comum: ter uma bicicleta. Classificação: Livre.

Mr. Holland: Adorável Professor (1995)
Em 1964, um músico (Richard Dreyfuss) resolve começar a lecionar para ter mais dinheiro e assim se dedicar a compor uma sinfonia. Mas os alunos se mostram pouco interessados e as coisas se complicam quando a esposa dele da luz a um bebê surdo. Para poder financiar os estudos especiais e o tratamento do filho, o professor se envolve cada vez mais com a escola, deixando de lado seu sonho de tornar-se um grande compositor. Classificação: livre.



Postado em 17/12/2015 às 12:04:57

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Dia de Cupcake

As crianças vivem fascinadas com a cozinha e com tudo aquilo que lá encontram. Nunca é cedo demais para deixar os pequenos colocarem a mão na massa, até porque esta é uma maneira de aproveitar um tempo em família e ainda aprender lições valiosas. Você pode começar com receitas simples, como cupcakes, onde as crianças misturam a massa e decoram os bolinhos com muita imaginação e confeitos coloridos.

> Cupcake de Limão

Para a massa, separe:
- 2/3 de xícara de chá de óleo
- 1/2 xícara de chá de leite
- 1 xícara de chá de açúcar
- 1 colher de sopa de fermento
- 2 colheres de sopa de suco concentrado de limão
- 2 xícaras de chá de farinha de trigo peneirada
- 3 ovos

Primeiro, preaqueça o forno a 180ºC e prepare as forminhas de cupcake. Depois, bata no liquidificador o óleo com o leite, os ovos, o açúcar e uma dose de suco concentrado de limão. Na batedeira, adicione a farinha de trigo e depois o fermento, batendo ligeiramente. Coloque nas forminhas de cupcake até a metade e leve para assar, por cerca de 15 minutos. Para o recheio de limão, você só precisa de 1 lata de leite condensado e 2/3 xícara de suco concentrado de limão. É só misturar bem e rechear os cupcakes com um saco de confeitar.

> Cupcake de Morango

Para a massa, você vai precisar de:
- 8 morangos lavados- 2 ovos
- 1 xícara de açúcar
- 1/3 xícara de óleo
- 1/2 colher de chá de essência de baunilha
- 1/2 colher de raspas de limão
- 1 1/2 xícara de farinha
- 2 colheres de fermento
- Formas para empada
- Pitada de sal

Primeiro, coloque os morangos no liquidificador e bata até atingir uma consistência grossa, depois coe para retirar as sementes e reserve. No liquidificador, acrescente os ovos, o óleo, a essência de baunilha, as raspas de limão e coloque o morango. Bata até ficar homogêneo. Acrescente a farinha, o sal, o fermento e bata novamente. Coloque a massa nas forminhas, preenchendo apenas metade. Leve ao forno preaquecido a 180ºC durante 30 minutos e pronto.



Postado em 17/12/2015 às 08:46:34

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Show de mágica

Quer transformar os seus filhos em verdadeiros astros da mágica?
Comece com esses truques super fáceis!

Aperto de mãos
Truques de mágica simples também podem ser muito divertidos. O “aperto de mãos” fará a criançada dar boas risadas! Para fazer a mágica, você vai precisar de um par de luvas de borracha, tecido ou algodão e seguir o passo a passo que preparamos. Pegue uma das mãos da luva de borracha e preencha-a com o algodão ou com o tecido. Tenha atenção para que os dedos fiquem bem cheios.
Esconda a mão falsa por baixo da manga da roupinha do seu filho, de maneira que ela fique bem fixa para que a mágica funcione. Use um par de luvas da mesma cor. Assim, ninguém vai desconfiar de nada! Agora é só chamar alguém da plateia para que o seu pequeno mágico dê um aperto de mãos. Quando a criança segurar a mão falsa, ela se soltará e todos irão cair na gargalhada! 

Transformar moedas
Depois de jogar com uma das mãos uma moeda de 50 centavos para cima e fechar o punho, você a abre, para revelar 25 centavos! Esse truque envolve a colocação cuidadosa de 25 centavos entre o dedo indicador e o polegar da mão direita. Entre os arremessos da moeda, os 50 centavos ficarão na palma da mão direita. Comece o truque jogando a moeda de 50 centavos algumas vezes na palma da mão. Finja que irá jogá-la novamente, mas, ao invés disso, segure-a com você, enquanto solta a moeda de 25 centavos na palma da mão direita. Seja rápido, para que o truque tenha sucesso. Lembre-se, um bom mágico sabe que a mão é mais rápida do que o olho. Feche a mão ao redor dos 25 centavos para chamar a atenção, enquanto guarda os 50 centavos no bolso. O público verá que você transformou uma moeda de 50 centavos em uma moeda de 25!

Água desaparecida
O truque de fazer aparecer e desaparecer água em uma revista é muito interessante. Você pode transformar em mágica uma revista e utilizá-la para fazer desaparecer água. Ao terminar o jogo, deixe a revista em pé e esvazie-a quando ninguém estiver olhando. Você pode usar a revista muitas vezes para fazer aparecer ou desaparecer outras coisas. Antes de começar espalhe cola nas bordas de uma sacola de plástico pequena. Cole uma borda em uma página interna. Feche a revista e pressione as páginas. Espere até secar. Quando estiver seca enrole a revista em forma de cone. Coloque uma varinha entre as páginas onde está a sacola de plástico. Mexa a varinha ao redor da borda para abrir a bolsa. Coloque meia jarra de água na bolsa. Se primeiro você jogar muito pouco, depois um pouco mais e ao final outro pouco parecerá que há muita água. Finalmente desenrole a revista e segure-a pelas bordas superiores. Feche-a e coloque-a em pé, pois caso contrário a água cairá.

Adivinhar a carta
Existem centenas, inclusivamente milhares de truques com cartas. Alguns são muito difíceis e requerem muita prática. Ensinamos-lhe alguns fáceis e muito divertidos. Só precisa de um baralho. Ao fazer os truques de cartas, tente falar ao mesmo tempo, isto impede os espectadores de pensar no que está fazendo e descobrirem o truque. Em primeiro lugar pegue o baralho e peça a um amigo que escolha uma carta sem que você a veja. Agarre-a e esfregue-a com um dedo. Diga-lhe que está a ler a carta com o dedo. Em seguida introduza a carta novamente no baralho e faça com que pareça normal. Agora retire a carta. Sairá a carta que esfregou anteriormente. O segredo consiste em dobrar um pouco a carta quando a está a esfregar. Quando estiver dentro do baralho mantém-se separada das outras cartas e pode abrir o baralho pelo lugar onde ela se encontra.



Postado em 17/12/2015 às 08:00:19

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Jardinagem para as Crianças

Uma das formas mais interessantes e verdadeiras de ensinar às crianças sobre o ciclo de vida é através da observação das plantas. A ideia de poder se sujar, se sentir livre e remexer na terra é única para os pequenos e ainda estimula o aprendizado e desenvolve a coordenação.

Remexendo na terra
O primeiro passo para despertar o interesse é convidar a criança para participar da seleção do material. Dentre os materiais necessários estão o adubo, a terra, uma floreira, vasinhos ou até mesmo caixinhas de ovos. Para os pequenos trabalhos no jardim é interessante que você e a criança utilizem as mãos para mexer na terra, pois assim nasce uma ligação mais íntima com a natureza.

A escolha das sementes
Escolha uma variedade de flor fácil de crescer, como o girassol. O tempo das crianças é muito diferente do nosso, por isso é importante pensar em plantas de rápido crescimento. Se a plantinha que eles colocaram na terra não dá nem sinal de vida na primeira semana, esse será motivo de frustração e desinteresse. Outro ponto de extrema importância é deixar a criança consciente de que cuidar de um jardim envolve uma sequência de passos, desde o plantio da semente até o momento da rega da planta já crescida. Comece com várias sementes pra evitar decepções.

Hora de regar
Um dos principais ensinamentos para a criança é a responsabilidade, pois afinal de contas ela passará a ser responsável por vidas nesse jardim. Ter uma rotina para a rega das plantas é importante tanto para a manutenção do jardim como também para ensinar valores para os pequenos. O melhor momento para que vocês reguem o jardim é no começo do dia antes que o sol fique muito forte.

As folhas secas e murchas
Outro ensinamento muito importante que pode ser feito através do jardim é sobre o ciclo da vida, pois chegará um momento em que será necessário realizar a limpeza das folhas secas e mortas. Em geral é aconselhável que seja escolhido um dia na semana para realizar a limpeza dessas folhas.

As ervas daninhas
Num olhar um pouco mais atento é possível identificar a presença de muitas ervas daninhas que podem prejudicar o crescimento das suas plantas. Mostre para as crianças quais são as características dessas ervas daninhas e como vocês, juntos, podem eliminar esse inimigo das plantinhas.

Use plaquinhas
Outro recurso que é bastante didático e que faz parte de um bom jardim é o uso de plaquinhas sempre que for realizar o plantio de novas sementes ou mudas. Faça uma plaquinha com o nome das plantas e também qual a aplicação dela, quando existir uma.



Postado em 11/12/2015 às 08:08:56

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Casinhas de Natal

No Natal a casa fica repleta de enfeites por todos os lados. Que tal fugir do tradicional pinheirinho e confeccionar uma pequena e fofíssima vila de Natal?

Você só precisa de:
- uma tesoura
- fita dupla face
- cola em bastão
- régua
- estilete
- papel de seda de várias cores
- e luzes de LED, como essas.

Primeiro, imprima o molde aqui. Recorte-o e cole na parte superior de uma folha de cartolina branca, para dar firmeza às casinhas. Corte nas linhas retas, inclusive janelas e portas. Dobre nos locais indicados por uma linha pontilhada e cole cada uma das abas. Na parte interna da casinha, cole os papeis de seda em todas as janelinhas e portinhas. Coloque a casinha sobre uma das luzes e pronto!

Fonte: Craft and Creativity



Postado em 04/12/2015 às 08:43:14

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Calendário do Advento

Lembra da expectativa que sentíamos, na época de criança, esperando o Natal chegar?

Que tal fazer dessa contagem regressiva, um momento especial para os pequenos também?

Um jeito simples e divertido é confeccionar um calendário do advento. Ele é uma invenção alemã beeeeeeem antiga, formado por 24 janelinhas, que correspondem aos 24 dias do mês de dezembro até a chegada do Natal. No primeiro dia do mês, as crianças ganham um calendário e abrem uma nova janelinha a cada dia, fazendo-se a contagem regressiva até a grande data.

Eu sei que ainda falta mais de um mês para o Natal! Mas se levarmos em conta que dezembro é agitadíssimo, e o calendário do advento começa a ser aberto logo no primeiro dia, percebemos que nem temos tanto tempo assim… Então é melhor começar logo!

Você só vai precisar de 24 embalagens para acomodar os enfeites. Podem ser caixinhas, papéis, saquinhos de tecido, caixas de fósforo, ou o que você preferir. Em cada uma delas coloque uma lembrancinha, pode ser uma foto, brinquedos ou enfeites para a árvore de Natal. Você também pode colocar um recadinho e um docinho dentro de cada envelope, para deixar a atividade ainda mais gostosa!

Abaixo, selecionamos algumas ideias, para te deixar mais inspirado!



Mais imagens


Postado em 27/11/2015 às 08:25:32

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Como fazer seu filho gostar de matemática?

A matemática é um problema para muitas crianças e adolescentes e é conhecida como uma das grandes vilãs da escola nas séries iniciais. Estimular a criança a participar de jogos, que desenvolvam o raciocínio lógico, e ler histórias infantis, com conceitos e noções de matemática, podem ser algumas formas de incentivá-la a gostar da disciplina.

Antes de aprender a tabuada, você pode ajudar o seu filho a desenvolver habilidades matemáticas. Veja dez dicas para incentivar seu filho a entender essa matéria.

1. Não faça seu filho ter medo da matemática.
Por ser um estigma social, é normal que ao entrar na escola, as crianças escutem “você precisa estudar mais porque é matemática!” ou “preste atenção, porque matemática é mais difícil que as outras!”. Isso é um mito e as crianças podem ser influenciadas negativamente dentro da própria família. 

2. Ajude seu filho a aprender brincando.
Muitas vezes os pequenos sequer percebem que estão aprendendo em uma brincadeira. É interessante a construção de brinquedos junto com a criança, como boliche de garrafa pet ou dominó. O processo de construção a auxilia a entender as formas geométricas e como as coisas são feitas.

3. Resgate brincadeiras tradicionais.
Jogos como amarelinha, pega-pega e jogar bola também provocam o desenvolvimento matemático. A matemática envolve muito mais que números, envolve os conceitos de espaço, forma, tempo e medida, por exemplo.

4. Utilize histórias infantis com conceitos da matemática.
Alguns livros trazem questões envolvendo quantidade, medidas e espaço e é importante para a criança lidar com essas noções. Se os pais ainda dramatizarem a história, isso vai despertar o interesse da criança, que vai fazer junto, contar e se envolver.

5. Proponha a resolução de problemas não convencionais.
Ao colocar a criança diante de um problema incomum, você a provoca a sair de sua zona de conforto e buscar respostas em outros lugares. É legal conversar com a criança para que ela possa elaborar respostas e você deve sempre valorizar a resposta, para que ela não sinta que só existe uma resposta correta.

6. Brinque com dobraduras.
Um dos lados que mais ajuda o desenvolvimento da criança na matemática é o raciocínio geométrico. Você pode estimular essa área ao fazer dobraduras com seu filho. Os origamis são uma maneira de seu filho visualizar as formas geométricas e aprender brincando! 

7. Permita o uso de tecnologias.
De modo equilibrado, moderado, os aparatos tecnológicos contribuem para o raciocínio lógico. É necessário lembrar que os pais precisam controlar o uso e o conteúdo do que os pequenos usam, mas vários jogos podem incentivá-los a pensar além do dia a dia.

8. Deixe seu filho ajudar nas tarefas de casa.
Atividades como arrumar a mesa e reorganizar os próprios brinquedos estimulam o seu filho a resolver pequenos problemas e entender alguns conceitos como construção hierárquica e o conceito de número, trabalhando com quantidades."Se tem 4 pessoas, quantos copos precisam ser colocados? 

9. Permita que a criança resolva da sua própria maneira.
Cada criança tem a sua forma de solucionar problemas e os pais podem ajudar com isso, deixando o filho entender por si só. 

10. Aposte em jogos educativos.
Alguns jogos como quebra-cabeças e tangram contribuem para o desenvolvimento do raciocínio geométrico do seu filho. Os dois podem ser construídos com a criança.



Postado em 20/11/2015 às 08:04:53

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Pão de Porquinho

É sempre incrível mudar a maneira de preparar os alimentos. E você pode fazer isso até com as receitas mais básicas, que não mudam nunca, como o pão. Já imaginou servir hambúrgueres deliciosos em pãezinhos com formato de porquinho? 

Você só vai precisar de:
- 450 g de farinha
- 14 g de fermento instantâneo
- 250 ml de leite quente
- 2 colheres (chá) de açúcar
- 40 g de manteiga em temperatura ambiente
- 1/2 colher (chá) de sal
- Pedacinhos de uva passa ou azeitonas pretas (para os olhos)

Modo de fazer:
Misture todos os ingredientes, exceto a manteiga, em uma tigela grande para obter a massa. Adicione a manteiga e amasse por cerca de 10 minutos, até obter uma massa elástica e macia. Cubra a mistura com plástico filme e deixe descansando, por uma hora em um lugar aquecido. A massa deve dobrar de tamanho. 

Em uma mesa polvilhada com um pouco de farinha, vá sovando, até que saia todo o ar. Divida a massa em 6 partes e deixe cada parte com o formato de uma bolinha. Cubra todas elas com o plástico filme e deixe descansar por 15 minutos. Faça bolinhas pequenas para as orelhas e o focinho. Depois, cubra os pãezinhos com plástico filme, coloque-os em uma assadeira untada com manteiga e deixe descansar por mais 40 minutos. 

Decorrido o tempo, com a ajuda de um canudinho, faça dois furinhos no nariz. Coloque as uvas passas ou azeitonas para formar os olhos. Passe manteiga derretida sobre os pãezinhos e leve-os ao forno para assar, a 180ºC por cerca de 20 minutos ou até dourarem.

E pronto! <3

Fonte: Bento, Monsters!



Postado em 13/11/2015 às 07:58:49

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar
 1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14  15  16  17  18 




Kiko e Kika       |       © Copyright 2013
« voltar ao site