Provando o café da manhã de outros países

Quem tem criança sabe: elas são totalmente sinceras e não tentam esconder quando algo não agrada, principalmente se esse algo estiver relacionado à comidas diferentes.

Para mostrar o quanto as crianças podem ser exigentes quando se trata de paladar, o canal do YouTube Cut Vídeo se juntou com os chefs do Kitchenbowl para convidar algumas crianças norte-americanas a experimentarem o café da manhã de alguns países.

As reações são superdivertidas e garantem boas risadas, dá só uma olhada.



Postado em 26/08/2016 às 08:40:02

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Geleca Cósmica

Tem coisa mais gostosa do que se divertir brincando com geleca? Ela desperta as sensações nas crianças, ajudando na fase de exploração dos sentidos. Então que tal aprender a fazer uma geleca cósmica em apenas três passos? É o universo todinho nas palmas das mãos!

Materiais
1 tubo de cola escolar líquida (aproximadamente 147 ml)
1/2 ou 3/4 de xícara de amido líquido (receita no fim do post)
Tinta à base de água ou corantes alimentícios (preto, turquesa, violeta e branco ou prata)
Purpurina de várias cores

Importante: para cada cor de tinta, você fará uma porção de geleca.

Modo de fazer
1º Passo
Coloque a cola em uma tigela e acrescente o corante ou a tinta (lembre-se: uma cor para cada receita!) e a purpurina. Mexa bem.

2º Passo
Adicione o amido líquido, porém, faça isso devagar e vá misturando. Não coloque tudo de uma vez. Você vai observar uma mudança de consistência neste processo e, a partir daí, poderá misturar com as mãos, como se fosse uma massa de pão. Cuidado com a quantidade de amido, pois se adicionar muito, perderá a elasticidade. Vá fazendo testes enquanto adiciona, para não correr o risco de estragar.

3º passo
Esta é a parte mais divertida! Junte toda as cores das gelecas feitas e forme um espiral, lembrando assim, uma galáxia. Depois, é só chamar os pequenos para misturar tudo e se divertir muito. Eles vão amar!

Receita do amido líquido
Coloque 1 ½ xícara de água em uma panela para ferver. Enquanto espera que a água ferva, adicione de 2 a 3 colheres de sopa de amido de milho em 3 colheres de sopa de água fria. Misture bem até dissolver. Após a água ferver, adicione lentamente a mistura de amido de milho e água fria, e continue misturando por 1 minuto. O líquido estará incolor ou um pouco turvo. Retire a panela do fogo e deixe esfriando.

Fonte: Just Real Moms



Postado em 29/04/2016 às 08:22:11

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Porque choramos de tanto rir?

Respeitável público, domingo é o Dia do Circo!

E a parte mais gostosa desse espetáculo é, sem dúvida, a alegria sem fim que ele pode nos proporcionar! Gargalhadas e mais gargalhadas que dão até vontade de chorar… chorar de alegria? Como assim?!

O motivo não é completamente compreendido por especialistas, mas nós podemos chorar de tanto rir e até rir quando estamos com vontade de chorar. Uma das explicações, de acordo com especialistas, é que a mesma área do cérebro humano é responsável pelo choro e pelo riso.

Outra explicação é que as lágrimas aparecem depois de fortes movimentos, como as gargalhadas. Essas lágrimas são consideradas reflexivas porque vem de fatores externos e não de emoção.

Que tal levar os pequeninos ao circo, já que é o dia dele, e comprovar tooooooda essa teoria na pratica? <3



Postado em 24/03/2016 às 08:00:00

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Teatro de caixa de sapato

Tem uma caixa de sapatos sobrando? Recicle-a e transforme-a em um teatro de fantoches com luzes e temática ártica/polar! É fácil de fazer e perfeito para brincar com a improvisação e a imaginação, mesmo depois que as luzes são apagadas.

Nota:
Por causa das peças pequenas, esse é um projeto indicado para crianças com idade a partir de 3 anos. Crianças mais velhas e adultos podem preparar a caixa e os pequenos podem desenhar, decorar, e jogar.

O que você vai precisar:
Caixa de sapatos com tampa
1 pedaço de papelão com tamanho aproximado de A3
1 folha de ofício branca
2 folhas de papel tamanho A4 azul escuro e azul claro
5 ou 6 espetos de madeira
1 fio de luzes de Natal (10 luzes)
Pequenas miçangas de madeira

Ferramentas:
Régua
Estilete
Esteira de corte
Tesoura sem ponta
Canetinhas (preta e coloridas)
Lápis
Fita adesiva
Cola
Cola em bastão

Passo 1

Marque uma moldura na parte inferior da caixa de sapatos e corte-a como na foto. Desenhe 3 ou 4 linhas sobre um dos lados comprido da caixa de sapatos e corte com o estilete (certifique-se de que elas são mais largas do que os espetos de madeira).

Passo 2
Para fazer uma plataforma, marque e corte como antes as mesmas linhas em um pedaço ligeiramente menor de papelão, que deve caber dentro da caixa como na foto. Cortar duas peças mais pequenas para caber entre os dois andares, de modo que a plataforma fique alinhada com a parte inferior do quadro.

Nota importante:
Experimente os espetos de madeira nesse momento: eles devem mover-se facilmente. Se não, cortar as linhas mais largas para acomodá-los.

Passo 3

Cole as duas peças separadoras de plataforma. Adicione cola para os buracos das miçangas e encaixe-as nos espetos através das linhas.

Passo 4
Vamos decorar! Utilize a tampa da caixa de sapatos para o fundo. Para criar o tema ártico, use papel azul e branco. Rasgue o papel branco para as partes nevadas. Corte três pedaços de papelão menores e decore-os. Em seguida, cole-os entre as linhas no chão para o gelo em camadas.

Passo 5
É hora de criar seus fantoches da neve! Desenhe vários pinguins e uma baleia (desenhos do tipo infantil, para deixar a brincadeira agradável). Pinte e recorte os fantoches. Cole eles nos espetos de madeira.

Passo 6
Faça vários furos no fundo usando um espeto de madeira para colocar as luzes de natal. Tape o cabo elétrico com a tampa.

É hora de desligar as luzes e começar a jogar!

Fonte: Handmade Charlotte



Mais imagens


Postado em 04/03/2016 às 08:08:45

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Alimentador de passarinhos

Uma maneira perfeita de despertar nas crianças o interesse pela natureza é fazendo um alimentador de pássaros. Este que selecionamos, bem fofo e simples de fazer, dá pra pendurar nas árvores perto de casa. Depois, com a ajuda de um livro sobre pássaros, vocês podem observar e nomear as aves que aparecerem.

Você vai precisar de:
- 4 xícaras de sementes de pássaros
- 1/2 xícara de água quente
- 3 colheres de sopa de xarope de milho
- 1 pacote de gelatina sem sabor
- 3/4 xícara de farinha de trigo
- Canudinhos
- Moldes ou forminhas de silicone

Em uma tigela média, misture a gelatina na água morna até dissolver. Acrescente o xarope de milho e a farinha. Adicione as sementes e mexa até que tudo esteja bem uniforme. Coloque a mistura nas forminhas e pressione bem, para compactar. Este passo é muito importante, pois garantirá a firmeza dos biscoitos! Para se certificar de que a mistura está realmente compacta, você pode utilizar uma colher. Para criar um buraco no biscoito, por onde a fita irá passar mais tarde, coloque um dos canudinhos até chegar ao fim da forminha. Deixe secar por 24 horas. Remova do molde e deixe secar por mais 24 horas. Passe a fita, dê um nó e pendure pelo jardim.



Mais imagens


Postado em 29/01/2016 às 08:00:18

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Como fazer uma pipa?

Voar é um sonho antigo do homem. Empinar pipa, ou papagaio, pandorga, quadrado, tapioca, cafifa, raia, maranhão (dependendo da região onde você mora) é a maneira mais fácil de fazer isso. Que tal confeccionar a sua?

Você vai precisar de:
- Papel de seda de várias cores (no mínimo duas folhas)
- 2 varetas de bambu com 50 cm de comprimento e 3mm de espessura
- Cola branca
- Tesoura
- Linha nº10

Primeiro divida e corte o papel ao meio. De uma das metades, faça um quadrado exato para o corpo da pipa. Com as sobras do papel, ou outro, faça tiras de 4 cm (largura) para as barbatanas, e cole-as. Cole uma das varetas na diagonal do quadrado. Deixe três dedos de sobra na ponta da vareta que fica no meio das barbatanas. Será o lado inferior da pipa. Enrole a linha em uma das duas pontas de uma segunda vareta, envergando a vareta para que se curve até ficar com o mesmo comprimento da diagonal da pipa. Prenda a linha na outa ponta e passe cola na vareta. Grude o arco que a linha e a vareta formaram na folha de seda.

Faça dois pequenos furos no papel no ponto onde as varetas se cruzam. Passe uma linha de modo que ela atravesse o papel pelo cruzamento das varetas. Depois, dê um nó na parte da frente, mas não corte a linha. Segurando a linha, estique-a para o lado até chegar a 4 dedos de distância do fim da vareta envergada. Agora, estique a linha para baixo até a ponta da outra vareta. Isto é só para fazer a medida, formando uma "barriga". Quando a linha chegar à parte de baixo da vareta, amarre-a com cuidado e corte. Essa linha presa é chamada de cabresto.

Amarre a linha para empinar. Para descobrir o lugar certo, segure a pipa pelo cabresto. Amarre um pouco acima do meio dele. Com outro papel, corte tiras de 2 cm (largura) para fazer as rabiolas, do tamanho que você quiser. Cole as tiras na parte de baixo e pronto! Para brincar é só segurar a linha e começar a correr. Enquanto avança, o vento ajudará a levantar a pipa. Mas lembre-se de brincar em dias de vento e longe da rede elétrica!

Aqui você ainda aprende a fazer uma pipa hexagonal gigante: http://ow.ly/X5XZy



Postado em 15/01/2016 às 08:12:06

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Cinema em casa

Além do entretenimento que propiciam, os filmes podem ser bons instrumentos educacionais, uma vez que apresentam mundos repletos de magia, emoções e valores como a importância da amizade, dos sonhos, da coragem, da luta pelos objetivos, da liberdade, do respeito e do amor. Abaixo selecionamos 5 títulos que todo mundo deveria ver. Divirtam-se!

Billy Elliot (2000)
Billy Elliot (Jamie Bell) é um garoto de 11 anos que vive em uma pequena cidade mineradora da Inglaterra. Contrariando as expectativas de seu pai (que queria que o filho lutasse boxe) Billy vai dar uma aula de simplicidade e a importância de correr atrás de seus sonhos ainda que diante de tantas dificuldades.ele resolve deixar a luta de lado e se dedicar totalmente ao balé e precisa enfrentar os preconceitos da sociedade local. Classificação: 12 anos.

Menino Maluquinho - O Filme (1994)
Menino Maluquinho - O Filme é a versão física de um dos personagens da nossa cultura infanto-juvenil. O desenho do protagonista foi criado pelo cartunista Ziraldo em 1980, mas só em 1994 ganhou o seu próprio longa-metragem. Nele, o travesso Maluquinho (Samuel Costa) sofre com o divórcio dos seus pais, mas é levado pelo avô (Luiz Carlos Arutin) para passar uns dias em sua fazenda. Dentre tantas brincadeiras, ele logo verá que a felicidade pode estar nas coisas mais simples da vida. Classificação: Livre.

Wall-E (2008)
Wall-E é um robozinho cuja função é compactar o lixo na Terra, enquanto os humanos vivem confortavelmente numa estação espacial. Na verdade, logo descobrimos que o planeta se tornou infértil pelo mau uso e que essas pessoas esperam poder voltar um dia. Romântico, fofo e forte na mesma medida, além de abordar a questão do lixo e da natureza, o filme alerta para o sedentarismo e a apatia da vida hiperconectada. Classificação: Livre.

O Sonho de Wadjda (2013)
Se você quer ensinar seus filhos a respeitarem diferentes culturas e acreditarem de verdade na igualdade entre os gêneros, “O Sonho de Wadjda” é essencial. Dirigido por uma mulher saudita (a primeira), o filme acompanha a luta de uma menina árabe para realizar um sonho que, para muitos meninos, é algo comum: ter uma bicicleta. Classificação: Livre.

Mr. Holland: Adorável Professor (1995)
Em 1964, um músico (Richard Dreyfuss) resolve começar a lecionar para ter mais dinheiro e assim se dedicar a compor uma sinfonia. Mas os alunos se mostram pouco interessados e as coisas se complicam quando a esposa dele da luz a um bebê surdo. Para poder financiar os estudos especiais e o tratamento do filho, o professor se envolve cada vez mais com a escola, deixando de lado seu sonho de tornar-se um grande compositor. Classificação: livre.



Postado em 17/12/2015 às 12:04:57

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Show de mágica

Quer transformar os seus filhos em verdadeiros astros da mágica?
Comece com esses truques super fáceis!

Aperto de mãos
Truques de mágica simples também podem ser muito divertidos. O “aperto de mãos” fará a criançada dar boas risadas! Para fazer a mágica, você vai precisar de um par de luvas de borracha, tecido ou algodão e seguir o passo a passo que preparamos. Pegue uma das mãos da luva de borracha e preencha-a com o algodão ou com o tecido. Tenha atenção para que os dedos fiquem bem cheios.
Esconda a mão falsa por baixo da manga da roupinha do seu filho, de maneira que ela fique bem fixa para que a mágica funcione. Use um par de luvas da mesma cor. Assim, ninguém vai desconfiar de nada! Agora é só chamar alguém da plateia para que o seu pequeno mágico dê um aperto de mãos. Quando a criança segurar a mão falsa, ela se soltará e todos irão cair na gargalhada! 

Transformar moedas
Depois de jogar com uma das mãos uma moeda de 50 centavos para cima e fechar o punho, você a abre, para revelar 25 centavos! Esse truque envolve a colocação cuidadosa de 25 centavos entre o dedo indicador e o polegar da mão direita. Entre os arremessos da moeda, os 50 centavos ficarão na palma da mão direita. Comece o truque jogando a moeda de 50 centavos algumas vezes na palma da mão. Finja que irá jogá-la novamente, mas, ao invés disso, segure-a com você, enquanto solta a moeda de 25 centavos na palma da mão direita. Seja rápido, para que o truque tenha sucesso. Lembre-se, um bom mágico sabe que a mão é mais rápida do que o olho. Feche a mão ao redor dos 25 centavos para chamar a atenção, enquanto guarda os 50 centavos no bolso. O público verá que você transformou uma moeda de 50 centavos em uma moeda de 25!

Água desaparecida
O truque de fazer aparecer e desaparecer água em uma revista é muito interessante. Você pode transformar em mágica uma revista e utilizá-la para fazer desaparecer água. Ao terminar o jogo, deixe a revista em pé e esvazie-a quando ninguém estiver olhando. Você pode usar a revista muitas vezes para fazer aparecer ou desaparecer outras coisas. Antes de começar espalhe cola nas bordas de uma sacola de plástico pequena. Cole uma borda em uma página interna. Feche a revista e pressione as páginas. Espere até secar. Quando estiver seca enrole a revista em forma de cone. Coloque uma varinha entre as páginas onde está a sacola de plástico. Mexa a varinha ao redor da borda para abrir a bolsa. Coloque meia jarra de água na bolsa. Se primeiro você jogar muito pouco, depois um pouco mais e ao final outro pouco parecerá que há muita água. Finalmente desenrole a revista e segure-a pelas bordas superiores. Feche-a e coloque-a em pé, pois caso contrário a água cairá.

Adivinhar a carta
Existem centenas, inclusivamente milhares de truques com cartas. Alguns são muito difíceis e requerem muita prática. Ensinamos-lhe alguns fáceis e muito divertidos. Só precisa de um baralho. Ao fazer os truques de cartas, tente falar ao mesmo tempo, isto impede os espectadores de pensar no que está fazendo e descobrirem o truque. Em primeiro lugar pegue o baralho e peça a um amigo que escolha uma carta sem que você a veja. Agarre-a e esfregue-a com um dedo. Diga-lhe que está a ler a carta com o dedo. Em seguida introduza a carta novamente no baralho e faça com que pareça normal. Agora retire a carta. Sairá a carta que esfregou anteriormente. O segredo consiste em dobrar um pouco a carta quando a está a esfregar. Quando estiver dentro do baralho mantém-se separada das outras cartas e pode abrir o baralho pelo lugar onde ela se encontra.



Postado em 17/12/2015 às 08:00:19

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Jardinagem para as Crianças

Uma das formas mais interessantes e verdadeiras de ensinar às crianças sobre o ciclo de vida é através da observação das plantas. A ideia de poder se sujar, se sentir livre e remexer na terra é única para os pequenos e ainda estimula o aprendizado e desenvolve a coordenação.

Remexendo na terra
O primeiro passo para despertar o interesse é convidar a criança para participar da seleção do material. Dentre os materiais necessários estão o adubo, a terra, uma floreira, vasinhos ou até mesmo caixinhas de ovos. Para os pequenos trabalhos no jardim é interessante que você e a criança utilizem as mãos para mexer na terra, pois assim nasce uma ligação mais íntima com a natureza.

A escolha das sementes
Escolha uma variedade de flor fácil de crescer, como o girassol. O tempo das crianças é muito diferente do nosso, por isso é importante pensar em plantas de rápido crescimento. Se a plantinha que eles colocaram na terra não dá nem sinal de vida na primeira semana, esse será motivo de frustração e desinteresse. Outro ponto de extrema importância é deixar a criança consciente de que cuidar de um jardim envolve uma sequência de passos, desde o plantio da semente até o momento da rega da planta já crescida. Comece com várias sementes pra evitar decepções.

Hora de regar
Um dos principais ensinamentos para a criança é a responsabilidade, pois afinal de contas ela passará a ser responsável por vidas nesse jardim. Ter uma rotina para a rega das plantas é importante tanto para a manutenção do jardim como também para ensinar valores para os pequenos. O melhor momento para que vocês reguem o jardim é no começo do dia antes que o sol fique muito forte.

As folhas secas e murchas
Outro ensinamento muito importante que pode ser feito através do jardim é sobre o ciclo da vida, pois chegará um momento em que será necessário realizar a limpeza das folhas secas e mortas. Em geral é aconselhável que seja escolhido um dia na semana para realizar a limpeza dessas folhas.

As ervas daninhas
Num olhar um pouco mais atento é possível identificar a presença de muitas ervas daninhas que podem prejudicar o crescimento das suas plantas. Mostre para as crianças quais são as características dessas ervas daninhas e como vocês, juntos, podem eliminar esse inimigo das plantinhas.

Use plaquinhas
Outro recurso que é bastante didático e que faz parte de um bom jardim é o uso de plaquinhas sempre que for realizar o plantio de novas sementes ou mudas. Faça uma plaquinha com o nome das plantas e também qual a aplicação dela, quando existir uma.



Postado em 11/12/2015 às 08:08:56

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Casinhas de Natal

No Natal a casa fica repleta de enfeites por todos os lados. Que tal fugir do tradicional pinheirinho e confeccionar uma pequena e fofíssima vila de Natal?

Você só precisa de:
- uma tesoura
- fita dupla face
- cola em bastão
- régua
- estilete
- papel de seda de várias cores
- e luzes de LED, como essas.

Primeiro, imprima o molde aqui. Recorte-o e cole na parte superior de uma folha de cartolina branca, para dar firmeza às casinhas. Corte nas linhas retas, inclusive janelas e portas. Dobre nos locais indicados por uma linha pontilhada e cole cada uma das abas. Na parte interna da casinha, cole os papeis de seda em todas as janelinhas e portinhas. Coloque a casinha sobre uma das luzes e pronto!

Fonte: Craft and Creativity



Postado em 04/12/2015 às 08:43:14

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar
 1  2  3  4  5  6 




Kiko e Kika       |       © Copyright 2013
« voltar ao site