Como está a alimentação dos pequenos?

A educação alimentar, por si só, já é um assunto delicado, tanto para os adultos, quanto, e até mais, para as crianças.

Proibir os alimentos industralizados, ricos em açúcar, corantes, sódio e gordura tende a surtir o efeito contrário, ou seja, pode fazer com que a criança associe a comida saudável a algo negativo.

No entanto, sair dizendo “sim” para tudo é ainda pior, pois a criança ainda não entende o quanto o consumo desse tipo de alimento pode ser prejudicial.

O jeito é apostar no equilíbrio entre o sim e o não. Confira algumas dicas para facilitar essa tarefa: 

● Não pule o café da manhã, essa é uma refeição importante e deve ser feita todos os dias, do contrário, a criança pode ficar com fome, cansada, e acabará comendo algo que não deveria no intervalo.

● Ofereça mais água e leite do que sucos. Cem por cento dos sucos de fruta são saudáveis, mas calóricos.

● Não use comida como recompensa. Prometer sobremesa se a criança comer vegetais, faz com que ela entenda que os vegetais valem menos do que os doces.

● Procure variar o cardápio. Essa é a melhor estratégia para que a criança não enjoe e rejeite a comida.

● Outra ideia que não pode ser esquecida é alternar salgados e doces para atender ao paladar da criança.

● Fique atento ao tamanho das porções dos alimentos. O certo é manter um equilíbrio, colocar a quantidade;suficiente para saciar a criança.

● Crianças em idade escolar são mais ativas e perdem muito líquido.Sempre disponibilize água ou sucos naturais e orgânicos, independentemente do lanche oferecido.

● Escolha um dia da semana para as guloseimas, mas lembre-se de não exgerar nas porções.Não faça ameaças para a criança comer, como “se você não comer tudo, não vamos ao parque”.Isso pode surtir efeito negativo.

● Não adianta exigir algo da criança se a família não faz o mesmo. É preciso dar o exemplo. Se a criança não pode tomar refrigerante a família também não deve tomar.

● Evite substituir refeições. Se a criança conseguir trocar a refeição por uma mamadeira, por exemplo, ela vai repetir a estratégia.

Fonte: Revista Viva Saúde



Postado em 24/02/2015 às 17:36:45

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Como espantar mosquitos e pernilongos

A temperatura sobe um pouquinho e lá vêm os mosquitos e pernilongos. Além de irritar, sua picada provoca uma super coceira e pode até virar ferida. O melhor a fazer é usar muuuuuito repelente! 

A opção perfeita pode estar nas mãos da Mãe Natureza, pois os repelentes caseiros, além de espantarem os mosquitos, são naturais e não causam alergias.

Repelentes de pescadores

Ingredientes
- 1/2 litro de álcool
- 2 colheres de sopa de cravo da índia
- 100 ml de óleo de bebê, ou óleo de amêndoas

Modo de preparo
Coloque o álcool numa garrafa de vidro e adicione os cravos. Deixe o cravo no álcool por 4 a 8 dias, agitando 2 ou mais vezes/dia. Desta forma, o álcool irá extrair o óleo essencial do cravo. Após 4 dias acrescente o óleo que você escolheu. Coe tudo e coloque em frascos com tampa de borrifador, para facilitar a aplicação. Caso não tenha este tipo de tampa, coloque uma gota em cada braço e pernas. Como óleo e o álcool não se misturam, antes de usar, agite o frasco.

Pomada com Vitamina B

Ingredientes
- 1 pomada hidratante para bebês
- 20 gotas de Complexo B

Modo de Preparo
Em um recipiente seco e com tampa, misture bem os ingredientes com a ajuda de uma espátula ou um palito de sorvete que não foi usado. Agora é só espalhar pequenas quantidades desta solução sobre a pele das crianças. O complexo B irá exalar um cheiro que é desagradável para os mosquitos.

Repelente com Laranja

Recorte um retângulo da casca de um limão, uma laranja ou uma tangerina, em um tamanho que caiba no vão do aparelho. Para facilitar, use o refil do aparelho como medida. Encaixe e plugue na tomada. O aquecimento vai liberar o ácido cítrico que repele os insetos.


Caso o mosquito já tenha picado a solução é molhar o local com um pouco d’água e esfregar um pouquinho de sal. A coceira alivia na hora.

E não esqueça de que sempre vale a pena usar o bom e tradicional mosquiteiro. 


Mais imagens


Postado em 20/02/2015 às 08:42:58

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar
 1 




Kiko e Kika       |       © Copyright 2013
« voltar ao site