Minios - O Filme

Já sabe onde se divertir com os pequeninos no final de semana?
Que tal levá-los ao cinema?

Já está em cartaz o super e incrivelmente aguardado: Minions - O Filme! Os seres mais adoráveis de Meu Malvado Favorito fizeram tanto sucesso, que ganharam um filme inteiro, só pra eles! Nesta super animação você vai poder conferir a história dessas fofuras amarelas, que desde o tempo dos dinossauros, servem os maiores vilões da terra!

Vem ver o trailer:

Vídeos


Postado em 26/06/2015 às 08:22:03

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Bruxismo na Infância

Bruxismo é o hábito de ranger ou apertar os dentes durante o sono e é muito comum em crianças que estão sofrendo algum tipo de problema emocional ou estresse. Estudos mostram que 30% dos pequenos entre 3 a 6 anos de idade apresentam o sintoma e usam o ranger dos dentes como uma válvula de escape.

Por que acontece?
Segundo especialistas, o bruxismo é uma maneira de extravasar os nervos. Normalmente as suas causas são de caráter emocional e psicológico, relacionadas ao alto nível de estresse, ou a algum problema que a criança esteja enfrentando, como mudança de escola, época de provas, a chegada de um irmão, divórcio dos pais, cobrança excessiva, hiperatividade e distúrbios neurológicos como autismo. Mas o bruxismo também pode ser associado a fatores oclusais (quando interferências dentais impedem o bom encaixe da mordida), fatores hereditários e hábitos alimentares inadequados, já que crianças que não usam a sua função mastigatória podem procurar suprir esta necessidade através do ranger dos dentes.

E por que os pequenos exteriorizam o nervosismo rangendo os dentes?
Durante os primeiros anos, a boca é o portal para a vida. É pela sucção, enquanto são amamentadas, que as crianças resolvem suas necessidades físicas e emocionais. Por isso, quando o menino ou a menina se sentem incomodados ou frustrados, a mente às vezes entende que estimular fricções dentárias na calada da noite seria um jeito de recuperar a serenidade.

O que fazer?
A atenção dos pais é essencial para o diagnóstico correto. O primeiro passo do tratamento é o uso da placa de mordida (desenvolvida pelo dentista), para evitar o desgaste dos dentes. Depois é preciso entender a causa do hábito, adotar técnicas de relaxamento e eliminar os fatores de estresse e cobrança. Vale procurar um psicólogo nessa hora. Pratica de esportes e exercícios também são uma boa forma de tratamento.

Dicas para os pais:
- Estimule o habito de comer alimentos fibrosos e em pedaços desde sempre, para que os pequenos possam desenvolver uma mastigação vigorosa e eficiente;
- Cuidado com a chupeta e a mamadeira. Eles alteram a mordida da criança podendo criar interferências dentais e alterações musculares e ósseas;
- Procure propiciar um ambiente tranquilo antes do sono;
- Não deixe a rotina de atividades de seu filho tão cheia;
- E lembre-se sempre: crianças precisam de tempo para brincar!

Postado em 19/06/2015 às 08:04:02

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Amor que é único

O dias das Mães já passou, mas todo dia é um bom dia para lembrar o quão importante é a presença dessas mulheres incríveis na nossa vida, né?

Mãe é um ser sem igual e até de olhos fechados dá pra reconhecer aquele cheirinho, aquele beijinho e aquele carinho que só ela sabe dar. Duvida? Olha só esse experimento onde algumas crianças foram vendadas para reconhecer suas mães em meio a outras mulheres. Dá até pra ver a aflição delas ao olharem seus filhos tentando reconhecê-las. 

E é impossível não se emocionar:

Vídeos


Postado em 12/06/2015 às 08:51:59

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

É possível dar bronca sem afetar a autoestima

Cada família é uma família diferente e por isso não é possível “ensinar” maneiras de educar que sirvam para todos. Para isso é importante que os pais se questionem sobre seu comportamento para com os filhos e também frente a ele.

As experiências que eles registrarem na infância serão extremamente relevantes para o restante de suas vidas, já que contribuirão para a formação de suas crenças positivas e negativas. E se você se questiona se é possível dar uma bronca sem causar estragos na autoestima da criança, saiba que a resposta é sim! É viável fazer isso atentando-se para alguns detalhes.

O objetivo da bronca é demonstrar para a criança o que ela fez de errado para que não repita mais esse comportamento. Para isso é necessário descrever para a criança qual o comportamento em questão para que ela saiba que a crítica é em relação ao comportamento (e não para ela como um todo!).

Ao invés de dizer, por exemplo: “João, não bata na sua irmã porque isso machuca”. Tente dizer de modo positivo: “João, quando você bate na sua irmã isso a machuca”. Ou então, “Maria, gritar é feio” ao invés de “Maria, feia!” ou “Que feia!”.

Outro ponto importante é a questão das críticas e elogios. Os elogios reforçam os comportamentos que devem ser repetidos, pois são benéficos. Fazê-los em público é ainda mais reforçador.

Já quando desejamos que determinado comportamento não ocorra mais, devemos criticar o comportamento em particular. Jamais faça isso na frente de outras pessoas, pois isso expõe a criança e faz com que ela se sinta humilhada.

Postado em 04/06/2015 às 14:05:15

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar
 1 




Kiko e Kika       |       © Copyright 2013
« voltar ao site