Um amor chamado Tangram

O Tangram é um quebra-cabeça chinês no qual o objetivo é posicionar as 7 peças, que são chamadas de “tans”, para formar uma determinada figura. Ele também é muito utilizado pelos professores para apresentar aos alunos as formas geométricas, trabalhar a lógica e a criatividade, retas, seguimentos de retas, pontos e vértices.

Existem inúmeras lendas que contam a origem do Tangram. A mais conhecida é que certo dia um monge chinês deu uma tarefa a seu discípulo, pediu que ele fosse percorrer o mundo em busca de ver e relatar todas as belezas do mundo, assim deu para ele um quadrado de porcelana e vários outros objetos, para que pudesse registrar o que encontrasse. Muito descuidado deixou a porcelana cair, essa se dividiu em 7 pedaços em forma de quadrado, paralelogramo e triângulo. Com essas peças ele notou que poderia construir todas as maravilhas do mundo.

Pra fazer o seu, selecionamos dois modelos, um tangram colorido e um tangram preto e branco, pra você pintar com as cores que quiser. É só imprimir, colar a folha em um papel mais firme, como o cartão, recortar e pronto!A brincadeira fica ainda mais divertida se você tentar copiar alguns moldes já existentes. Nesse site tem um montãããão deles.

Boa brincadeira!



Postado em 28/08/2015 às 08:41:25

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Anemia nas Crianças

Se seu filho está pálido, apático, cansado e não tem ânimo nem para brincar, preste atenção, pois pode ser um sinal de que ele está com anemia. Esta doença afeta negativamente a produção de hemoglobina, que faz com que o sangue transporte oxigênio para todas as partes do nosso corpo.

Ela é causada principalmente pela má alimentação e, consequentemente, pela deficiência de nutrientes como ferro, vitamina B12 e ácido fólico. Além dessas substâncias, é importante que as crianças tenham toda a gama disponível de vitaminas e nutrientes na hora da alimentação. O ideal é comer de tudo um pouco. Uma criança com a alimentação balanceada dificilmente vai ter anemia.

Quando há suspeita de anemia, é necessário levar a criança ao médico, fazer acompanhamento nutricional e uma investigação completa. Em alguns quadros, o tratamento pode incluir a reposição dos nutrientes através de medicamentos, além da mudança alimentar, sempre acompanhados por um profissional.

Para ajudar a incluir alimentos de diferentes grupos alimentares no cardápio das crianças, separamos três receitas super nutritivas:

Caldinho de lentilha com macarrão e legumes
Ingredientes:
- 500 g de macarrão
- 600 g de lentilha
- 400 g de batata cortada em cubinhos
- 300 g de cenoura cortada em cubinhos
- 300 g de abobrinha cortada em cubinhos
- 150 g de cebola picada
- 3 dentes de alho
- 50 g salsa
- Sal a gosto
- 10 ml de óleo
-  4l de água

Modo de Preparo
Se necessário, escolha as lentilhas e lave separadamente. Depois de descascar e lavar os legumes, corte-os em cubos pequenos. Em uma panela, coloque o óleo e refogue a cebola com o alho, depois cozinhe a lentilha com os legumes até que todos os ingredientes estejam bem cozidos. Por último, acrescente o macarrão.


Sopinha de Abóbora com gengibre
Ingredientes:
- 500 g de abóbora  
- 40 g de gengibre
- 300 ml de leite
- 50 g de cebola
- 3 dentes de Alho
- 20 g de salsinha
- Sal a gosto
- 10 ml de óleo
- 3L de água

Modo de Preparo:
Lave e descasque a abóbora, retirando toda semente, depois descasque o gengibre e rale. Junte esses dois ingredientes com o sal e cozinhe até que a abóbora fique bem macia. Quando estiver macia bata a abóbora cozida com gengibre no liquidificador e depois volte o creme para a panela. Em uma frigideira refogue o alho, a cebola e o óleo e, em seguida, acrescente na panela o creme de abóbora. Junte também a salsa e o leite deixando ferver. Mexa até o creme encorpar.


Sopa de Cenoura com couve manteiga
Ingredientes:
- 1 kg de cenoura
- 150 g de couve manteiga
- 50 g de cebola
- 3 dentes de alho
- Sal a gosto
- 10 ml de óleo
- 4L de água

Modo de Preparo:
Lave e descasque a cenoura, depois lave a couve manteiga e corte em tirinhas. Cozinhe a cenoura com sal até que esteja macia. Depois, bata no liquidificador. Volte para a panela o creme e reserve. Em uma frigideira refogue o alho, a cebola e o óleo e acrescente o refogado na panela com o creme de cenoura. Depois junte a couve manteiga, a água e deixe ferver. Lembre-se de mexer até engrossar.

Fonte: Pais e Filhos


Postado em 21/08/2015 às 08:05:47

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Criando um criativo

Entre uma infinidade de equipamentos eletrônicos de fácil acesso e manuseio, as crianças tendem a se tornar mais mecânicas, esquecendo simples atividades que estimulam o seu lado criativo, como por exemplo, manusear um papel.

As crianças por si só, já são muito criativas, a ideia porém é preservar este lado para o futuro. A presença dos pais, no entanto, é essencial na hora de criar uma rotina que incentive os pequenos  desde cedo a viajarem para mundos diferentes através da imaginação, criando assim, um adulto mais criativo, dinâmico e autêntico que se destacará na sociedade. Para isso não é preciso muito, alguns pequenos exercícios já fazem toda a diferença! Vamos as dicas:

1 - Atividades: não abra mão das atividades criativas, tire pelo menos 1 dia da semana para brincadeiras e exercícios diferenciados. Explore várias áreas como pintura, culinária, desenho, artesanato, podendo até descobrir um possível talento ou interesse para ser aprofundado.

2 - Cantinho de Inspiração: dê um ar de inspiração em sua casa com fotografias, ilustrações e música! Quando possível crie um espaço artístico em casa, onde as crianças possam expressar de forma espontânea sua criatividade. Disponibilize também música dos mais variados estilos e gêneros musicais.

3 - Limite o tempo dos eletrônicos: estipule uma quantidade de tempo para o uso dos eletrônicos. Sem limites as crianças tendem a ficar um período muito longo em função das tecnologias. Divida o tempo livre dos pequenos entre um período menor para equipamentos e games eletrônicos e a maior parte para brincadeiras dinâmicas. Uma ótima ideia é incentivar as crianças a criarem seus próprio jogos e brinquedos.

4 - Deixe a criança fazer: sempre incentive a criança a fazer seus próprios projetos e tarefas, o importante é estar sempre perto para encorajar e ajudar com o que for preciso, porém a melhor forma da criança viajar e se tornar mais independente é colocando a “mão na massa”. Nunca espere perfeição ou maturidade em um projeto infantil, lembre-se de valorizar a originalidade e genuinidade das criações.

5 - Brincadeiras de imaginar: estimule a imaginação dos pequenos com exercícios de faz-de-conta, indagando-os sobre diversos assuntos que o façam pensar e inventar. Como “se você pudesse ter um super-poder qual você gostaria de ter?” ou “se o gênio da lâmpada lhe concedesse 3 desejos, o que você pediria?”, também vale começar uma história e pedir para a criança continuá-la com sua imaginação.

6 - Passeios: apresente às crianças a natureza, o mundo das artes e da cultura. Leve-as para visitas em museus, galerias de arte, peças de teatro, zoológicos, parques, livrarias, existem diversas possibilidades. Faça questão de fazê-las observarem os detalhes e sentirem as texturas, faça perguntas para elas, mostre curiosidades e deixa-as aproveitarem ao máximo todas as sensações. Incentive também o contato direto com a natureza.

7 - Perspectiva: Instigue a perspectiva dos pequeninos, pode ser através da escrita, ajudando-os a escrever um diário, ou da fotografia, dessa forma, é possível ter uma ideia de como as crianças enxergam o mundo e as coisas ao seu redor.

8 - Leitura: a leitura também é essencial para estimular a criatividade e o cérebro, sem dizer que é um ótimo hábito para cultivar no futuro. Se possível, leia para as crianças todos os dias e faça-as interagir com as histórias. Ler em voz alta é sempre uma boa pedida, as crianças adoram!

9 - Valorize os projetos: além de dar importância ao processo criativo dos projetos, também é preciso dar atenção aos resultados, é importantíssimo valorizar tudo que a criança cria e inventa, para assim incentivá-la a sempre dar o seu melhor e continuar a viajar e a criar. Exiba as obras para parentes ou amigos, e quando for possível, deixe exposto em lugares da casa.

10 - Transmita sabedoria: ensine tudo que sabe, sempre traga curiosidades. E quando não souber responder, não se envergonhe. O legal é ver tudo como uma oportunidade de conhecimento, incentive a troca de ideias, o raciocino, faça perguntas e questione a criança.

Fonte: Pequenada

Postado em 14/08/2015 às 11:09:08

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Coleção Primavera Verão 2015

Imaginação a gente inventa.

É cor, é riso.
É jeito de vida nova, estampada, divertida.
Papel com jeito de passarinho, flor, girafa, coelhinho.
Pra cada cenário, sentidos em dobro.
Pra cada forma, imaginação em dobras.

Delicada e divertida, como as dobras de cada origami, a nova coleção Primavera Verão 2015 da Kiko & Kika acabou de chegar. Um mundo repleto de magia, onde a melhor surpresa pode estar escondida ao final da próxima dobra. <3

Confira o lookbook, repleto de carinho: kikoekika.com.br/lookbook



Postado em 13/08/2015 às 17:19:29

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Hora do lanchinho!

Na hora de comer muitas crianças são exigentes e nem chegam perto de alimentos saudáveis. Em casa é mais fácil controlar a alimentação dos pequenos, mas e na escola? Para garantir que seu filho está se alimentando bem na hora do lanche é preciso prepara-lo com antecedência e criatividade.

Deixe que a criança participe, assim a probabilidade de que irá comer tudo é maior, afinal foi ela quem fez seu próprio lanche! Depois, abuse da criatividade com cortadores de bolachas em frutas e pães. Embalagens e talhares enfeitados também são um ótimo jeito de despertar interesse para a hora de comer. Por último, faça um agrado, seja com alguma sobremesa saudável ou com um bilhete carinhoso.

E o que é que não pode faltar na lancheira?
Escolha frutas da estação e dê preferência às que podem ser consumidas com casca ou que sejam fáceis de descascar. Para conservar as vitaminas do suco natural, prepare-o perto da hora de ir para a escola, encha uma pequena garrafa térmica escura e bem vedada e coloque na lancheira sem medo! Também incentive o consumo de oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas) em quantidades moderadas, pois contém as chamadas gorduras boas, que evitam doenças cardiovasculares.

Para ajudar, preparamos um cardápio com diversas sugestões de lanches. Você pode variar os ingredientes de cada dia, o importe mesmo é que ele leve um alimento de cada grupo alimentar, ou seja, uma fonte de proteína (iogurte, queijo, leite), uma fruta (tanto in natura quanto o suco sem açúcar) e um carboidrato (pães e cereais). 

SEMANA 1 

Segunda 
Mini wrap de peru com queijo (enroladinho de pão Sírio que parece uma panqueca. É só colocar o recheio de sua preferência e enrolar).
Banana passa.
Água de coco.

Terça
Espetinhos de queijo com tomate cereja e ovo de codorna (para a criança não se machucar, faça-os com um canudinho).
Pão integral com mel ou geléia de frutas.
Suco de uva.

Quarta
Muffin de legumes (encontramos uma receita aqui).
Iogurte de morango.
Uva.
Suco de goiaba.

Quinta
Cubinhos de queijos variados.
Cupcake de cenoura sem calda (receita aqui).
Pêra com casca (para não escurecer).
Suco de maçã.

Sexta
Pastel assado (receita aqui).
Porção de biscoito de polvilho integral (4 unidades).
Morangos inteiros.
Iogurte de garrafinha.


SEMANA 2

Segunda
Saladinha de frutas com granola.
Sanduíche integral recheado com patê de ricota e atum, ou ervas finas e tomate seco, ou muçarela de búfala e manjericão.
Bebida fermentada (como Yakult).

Terça
Salada de frutas com três frutas diferentes (se quiser, acrescente amêndoas em lascas).
Bolo caseiro (de cenoura, coco, laranja, cacau ou maçã).
Achocolatado feito em casa.

Quarta
Espetinho de frutas (para a criança não se machucar, faça-o com um canudinho).
Wrap com requeijão, patê de cenoura, frango desfiado e alface, ou agrião e rúcula.
Suco de melancia.

Quinta
Iogurte com granola.
Bisnaguinha integral com geléia.
Cenourinhas baby.
Água de coco.

Sexta
Porção de fruta picada com raspas de chocolate meio amargo.
Potinho de milho cozido.
Pão de queijo.
Suco de acerola com mamão.


SEMANA 3

Segunda
Bolo caseiro (receita aqui).
Bolachas com polenguinho.
Banana com casca (para não escurecer).
Suco de laranja.

Terça
Pão de batata com catupiry ou requeijão.
Mix de oleaginosas, como castanhas do Pará, nozes, amêndoas, macadâmias, avelãs e pistache.
Maçã com casca (para não escurecer).
Água de coco.

Quarta
Tapioca com queijo branco.
Geleia de frutas com amêndoas em lascas.
Suco de uva.

Quinta
Bolo de maçã com aveia e castanhas (receita aqui).
Pão integral, queijo branco e cenoura ralada.
Suco de laranja.

Sexta
Panini recheado com banana e requeijão.
Bolo caseiro de fubá (receita aqui).
Queijo processado.
Suco de pêssego.


SEMANA 4

Segunda
Salada de frutas com iogurte.
Mix de cereais.
4 cookies integrais.
Cenoura baby.
Suco de mamão.

Terça
Sanduíche de pão integral com queijo branco e cenoura ralada.
Banana picada com 3 colheres de granola.
Suco de morango.

Quarta
Pão de batata com catupiry ou requeijão.
Morangos inteiros.
4 cookies integrais.
Suco de melancia.

Quinta
Pão de queijo.
Espetinho de tomate cereja e ovos de codorna.
Manga picada.
Suco de goiaba.

Sexta

Pão de forma integral com requeijão.
Bolo de cacau (receita aqui).
Tangerina.
Iogurte de garrafinha.

E bom apetite! o/

Fonte: Revisa Crescer


Postado em 07/08/2015 às 08:42:18

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar
 1 




Kiko e Kika       |       © Copyright 2013
« voltar ao site