Uma cozinha para a casa de bonecas

Brincar com casinhas de bonecas é uma coisa que todas as meninas (e os meninos) gostam, né? E ter uma delas no quarto dos pequenos é bem mais fácil do que você pensa. Com um nicho quadrado, dá pra fazer uma super fofa, como essa casinha aqui, e com uma gaveta (sim, uma gaveta!), dá pra por em prática essa ideia criativa aqui.

E os móveis? Você pode até não ter talento pra marcenaria, mas quem disse que isso é um problema? Para montar os da cozinha, por exemplo, você não precisa de pregos ou parafusos, uma impressora simples já é o suficiente! Também é preciso uma tesoura sem ponta e cola.

Primeiro imprima aqui os móveis da cozinha.

Corte o contorno de cada um, dobre nas linhas pontilhadas, cole os locais indicados e pronto.   :)

Você também pode complementar a decoração com tapetinhos de papel, cortinas, desenhos que imitam quadros de parede, toalha para a mesa, flores

Fonte: Madame Citron



Mais imagens


Postado em 25/09/2015 às 08:11:45

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Chocolate Quentinho

Tá friozinho? O dia tá bonito? Não para de chover? Vai fazer um piquenique? Os pequenos vão ficar o dia todo dentro de casa? Amanhã começa o verão? É o primeiro dia do outono? As férias chegaram?

Sabe o que combina com todas essas situações? Um chocolate cremoso bem quentinho! o/

Selecionamos uma receita super fácil e rápida de fazer. Você só vai precisar de:

2 xícaras de leite
1  colher (sopa) de amido de milho
3 colheres (sopa) de chocolate em pó
4 colheres (sopa) de açúcar
200 g de creme de leite

Primeiro bata todos os ingredientes no liquidificador, menos o creme de leite. Depois, em uma panela em fogo médio, misture até ferver. Acrescente o creme de leite e misture até incorporar.

Agora é só servir! <3

Fonte: Mixidão



Postado em 18/09/2015 às 08:03:42

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Uma foca pra lançar argolas

Crianças são muito diferentes uma das outras. Isso é um fato. Mas certas atitudes e hábitos todas elas tem. Parece até que frequentam o mesmo cursinho de manias durante as fases do crescimento.

Um desses costumes que o seu pequeno certamente irá cultivar no futuro, se é que já não cultiva, é o de arremessar as coisas. É só perceberem que estão com um objeto nas mãos para jogá-lo longe. Ver o papai e a mamãe juntando e devolvendo, juntando e devolvendo, juntando e devolvendo, mil vezes o seu brinquedo voador, torna-se um festival da alegria.

Que tal aproveitar essa vontade de ver as coisas nos ares pra fazer um novo joguinho?

Você vai precisar:

- imprimir o molde do brinquedo em um papel mais firme;
- uma tesoura sem ponta;
- e cola.

Primeiro recorte todas as partes do brinquedo, dobre os locais indicados e comece a colar. É só seguir as instruções na imagem abaixo.

E boa pontaria!

Fonte: Creative Park



Mais imagens


Postado em 11/09/2015 às 08:41:06

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Como lidar com o autoritarismo das crianças

Pequenos príncipes e princesas: é assim que muitas vezes os pais chamam carinhosamente os filhos. Até aí, tudo bem, o problema começa quando os filhos incorporam os papéis da "realeza", assumindo um comportamento autoritário. Para evitar que isso aconteça, é preciso estabelecer rotinas, limites e ensinar os filhos a esperar a hora certa para serem atendidos.

A partir de qual idade deve-se começar a educar o filho para que ele não se torne autoritário? 
Esse ensinamento começa nos primeiros meses de vida. É normal que as mães, ao ver o bebê chorando, queiram se apressar para satisfazer imediatamente seus desejos ou necessidades, mas elas devem aprender que há uma hora certa para tudo. Do contrário esse bebê poderá crescer inseguro de não ser atendido nunca ou egocêntrico a ponto de se achar a preferência do mundo. 

Crianças muito pequenas precisam de regras e limites?
Sim. Limites e regras devem ser estabelecidos desde cedo, respeitando a idade e o entendimento da criança. Os pais não devem se culpar em impor limites. Os limites são elementos organizadores. Mas é importante estar atento para que eles sejam claros, coerentes e aplicados com constância. 

Como estabelecer regras e limites para crianças pequenas?
Os limites e as cobranças devem respeitar a maturidade da criança. A maioria dos pais, intuitivamente, sabe quando o filho está maduro para aprender algo novo. Esta percepção algumas vezes fica afetada quando os pais sofrem pressões sociais para adequar seus filhos a um determinado padrão, forçando adaptações prematuras. O Importante é que os pais sempre valorizem suas próprias sensações a respeito do quando e quanto exigir de seus filhos.

Como evitar que os filhos se tornem autoritários, mas sem correr o risco de se tornarem submissos?
Tudo depende de como os pais exercem sua própria autoridade. Pais que não impõem limites podem criar filhos mandões e autoritários. Por outro lado, pais excessivamente repressores podem gerar filhos obedientes, mas que obedecem por medo e não por respeito. A autoridade saudável é aquela exercida com constância, impondo limites e ao mesmo tempo dando segurança às crianças.

Crianças autoritárias podem se tornar agressivas?
Sim. Crianças que não são ensinadas a esperar e que não aprendem a obedecer regras e limites são também crianças mais sensíveis às frustrações. E, quando frustradas, podem reagir negativamente, muitas vezes de forma agressiva, fazendo escândalos ou tendo ataques de birra. É importante que os pais sejam firmes na aplicação dos limites e regras, mostrando que os filhos podem superar as frustrações, isso só os ajudará a se fortalecer e a ter uma visão mais realística de si, ou seja, a conhecer melhor suas capacidades e também suas limitações.

Fonte: Educar para Crescer



Postado em 04/09/2015 às 09:11:25

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar
 1 




Kiko e Kika       |       © Copyright 2013
« voltar ao site