Mostre todo o seu amor, todos os dias!

Um estudo divulgado no Journal of Epidemiology and Comunity Health, dos Estados Unidos, comprovou que as crianças que recebem bastante carinho tornam-se pessoas com mais saúde emocional na vida adulta. Por isso resolvemos compartilhar algumas dicas infalíveis de atividades especiais para você e o seu baixinho se divertirem juntos e fortalecerem os laços, de segunda à segunda.

> Segunda-feira
Para começar bem, surpreenda as crianças com um lanche especial ou com um brinquedo novo dentro da mochila. Um bilhete carinhoso escondido no caderno também vale. Pode ter certeza que ele vai amar a surpresa!

> Terça-feira
Ao chegar em casa, depois do trabalho e da escola, criem algo juntos. Um desenho, uma pintura ou uma receita gostosa, o que importa é estimular a criatividade! 

> Quarta-feira
Convide todo mundo de casa para uma guerra de travesseiro, é dia de quebrar as regras! Explique que o objetivo do jogo é derrubar o outro, só não vale usar a força nem machucar. Se ainda assim você não achar uma boa ideia, que tal uma sessão de cócegas? 

> Quinta-feira
Hoje traga alguma surpresinha para o seu filho. Pode ser um doce da padaria, um chocolate ou uma canetinha nova. Não se esqueça de entregar junto com muitos abraços e beijos.

> Sexta-feira
A semana está terminando, que tal inventar uma tradição que seja só de vocês, como sair para jantar em família, ler um livro ou preparar uma apresentação (de teatro, dança, fantoches), toda sexta-feira à noite?

> Sábado
Hoje, deixe que seu filho escolha o roteiro do passeio. Os finais de semana são ótimos para isso!

> Domingo
Para fechar bem a semana, vocês não precisam fazer algo muito elaborado pra ser especial. Só de assistir um filme com os pais no sofá, o seu filho já vai sentir a pessoa mais amada do mundo! 

Não se esqueça de uma coisa: você pode praticar essas dicas a qualquer momento! São os pequenos gestos que fazem toda a diferença e quanto mais tempo passar com o seu filho, mais unidos vocês serão! <3




Postado em 17/12/2014 às 11:33:57

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Tinta para desenhar no vidro

Deixar as crianças estimularem a criatividade é uma delícia, mas limpar toda a bagunça depois não é nada fácil. Para a alegria de todos, selecionamos uma receita de tinta para desenhar no vidro das janelas e da porta que, depois que a brincadeira acabar, sai toda fácil, só com o passar de um paninho. 

Você só precisa de:
- 1 xícara de farinha de trigo
- 1 xícara de água
- 1 xícara de sabão líquido
- corante para alimentos

Misture todos os ingredientes (exceto o corante) numa tigela maior, mexendo bem. Divida o conteúdo em potinhos menores e pingue algumas gotinhas do corante. Dá pra pintar com os dedos ou com um pincel. Só não esqueça de trancar as portas e janelas, pra evitar maiores bagunças e fique de olho nos baixinhos! :D

Fonte: The Imagination Tree



Mais imagens


Postado em 17/12/2014 às 11:19:53

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

10 filmes para assistir com os seus filhos

Além de ser sempre atrativo, o cinema pode proporcionar momentos de reflexão e trazer aprendizagem para as crianças. E, para ensinar valores importantes, o filme não precisa ser especificamente didático.

Confira, em nossa lista, 10 obras do cinema, aplaudidas por professores e críticos da sétima arte, para pais e filhos curtirem juntos.

1. Dúvida, dirigido por John Patrick Shanley, com Meryl Streep e Philip Seymour Hoffman, 2008. Classificação: 16 anos.

2. Ao Mestre com Carinho, dirigido por James Clavell, com Sidney Poitier, 1967. Classificação: livre.

3. Billy Elliot, dirigido por Stephen Daldry, com Julie Walters e Jamie Bell, 2000. Classificação: livre.

4. O Céu de Outubro, dirigido por Joe Johnston, com Jake Gyllenhaal e Chris Cooper, 1999. Classificação: livre.

5. Escola de Rock, dirigido por Richard Linklater, com Jack Black e Joan Cusack, 2003. Classificação: livre.

6. Gênio Indomável, dirigido por Gus Van Sant, com Matt Damon e Robin Williams, 1997. Classificação: 14 anos.

7. O Homem-Elefante, dirigido por David Lynch, com Anthony Hopkins e John Hurt, 1980. Classificação: livre.

8. Legalmente Loira, dirigido por Robert Luketic, com Reese Whiterspoon e Luke Wilson, 2001. Classificação: livre.

9Mr. Holland: Adorável Professor, dirigido por Stephen Herek, com Richard Dreyfuss e William H. Macy, 1995. Classificação: livre. 

10Meu Mestre, Minha Vida (Lean On Me). Dirigido por John G. Avildsen, com Morgan Freeman, 1989. Classificação: 12 anos.

Agora, é só preparar a pipoca que a diversão já está garantida! <3

Fonte: Educar para Crescer



Postado em 12/12/2014 às 08:50:17

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar

Brincadeira é coisa séria

As brincadeiras fazem parte da infância e, além de divertidas, auxiliam o processo de desenvolvimento dos pequenos. 

É durante esse momento mágico que um mundo de conteúdos, informações e percepções acontece. De uma forma natural as crianças aceitam desafios, elaboram estratégias, instigam a criatividade, exercitam a concentração e a coordenação motora.

0-2 anos: nessa fase os sentidos e o desenvolvimento motor estão em alta, por isso aconselha-se brinquedos que não possam ser engolidos, coloridos, de encaixe e de formas geométricas. Com cuidado para as crianças não levarem à boca, modelar massinhas é uma brincadeira divertida para a garotada soltar a imaginação e a criatividade, estimulando a parte sensorial, o tato, a visão e até o olfato.

3-4 anos: nessa fase a imaginação é um espetáculo à parte. Aposte nas brincadeiras clássicas, no faz de conta, nas fantasias, nos contos de fadas, nas brincadeiras de casinha, boneca, carrinho e super-herói. Através desses passatempos, os pequenos têm contato com as percepções do cotidiano.

5-6 anos: Os jogos motores (de movimento) e os de representação (faz de conta) continuam e se aprimoram. Surgem os jogos coletivos, as brincadeiras de rua, como esconde-esconde e pega-pega, os jogos de tabuleiro, futebol, brincadeiras de roda. Elas, são super simples, mas ainda somam muitos benefícios como o estímulo à coordenação motora, o exercício do equilíbrio, as habilidades com as mãos, pés e a destreza dos dedos.

7 anos em diante: A criança está apta a participar e se divertir com todos os tipos de jogos aprendidos, mas com graus de dificuldade maiores. Brincando com os amigos ela aprende a socializar, ser flexível, trabalhar em grupo e compartilhar.

Que tal aproveitar o final de semana e deixar as crianças brincarem de montão? :D



Postado em 05/12/2014 às 08:47:33

Comentários

  • Nenhum comentario enviado ainda, seja o primeiro a comentar...
Comentar
 1 




Kiko e Kika       |       © Copyright 2013
« voltar ao site